5 de abril de 2010

Como vender?

Em tempos de vacas magras o artesanato sempre foi uma alternativa de segunda renda e de bico para milhões de pessoas.
Especialmente em épocas especiais como Natal, Páscoa e dia das mães.
Porém isso tem mudado um pouco. O artesanato brasileiro tem crescido muito e ganhado espaço no exterior e por estas bandas também, abrindo muitas oportunidades. São muitas as pessoas com lojas e ateliês e cursos tendo sucesso com o artesanato.
O que é preciso para se ter sucesso nesta área?

A receita é: pensar, pesquisar e planejar. Digo planejar mesmo, usando papel e caneta.

Qualquer sucesso inicia-se com uma idéia, colocada a seguir no papel, estudada e pesquisada e depois posta em prática. Jogue fora todos os "eu acho que...". Achismo não é ciência.

Olhe para o seu produto ou serviço e pense:

O que ele tem de diferente de todos os outros que estão por aí?
Ele sai do trivial?
Está de acordo com as tendências?
Tem um design diferente?
Qual o tipo de pessoa se interessaria por este produto?
Eu tenho acesso a este perfil de consumidor?
O que posso fazer para escoar minha produção?
Posso fazer tudo sozinha?
Além de produzir, será que tenho jeito para vender?
Sei calcular preços?
Onde posso aprender?
Quanto terei que investir?
São muitas perguntas, e essas pertencem só à primeira fase.

São as perguntas que nos fazem pensar e questionar ainda mais sobre nossas idéias e nosso potencial.

Para se ter sucesso é preciso mais do que uma peça bonita e boa vontade.

Coloque suas idéias e perguntas no papel e tente primeiro respondê-las, depois faça as mesmas perguntas para as pessoas à sua volta, parentes, amigos e vizinhos e o mais importante: Escute. Escute sem julgar e pense a respeito do que ouvir.

Procure compreender o outro.

Faça as correções que forem necessárias no seu planejamento.

Estipular preço

Se o preço é baixo, não dê desconto.

A melhor saída é estipular um pouquinho maior. Custa R$20? Diga que custa R$23.

Assim, você dá R$3 de desconto sem comprometer o lucro.

Nunca conte aos parentes quanto você gastou.

Vender pelo preço de custo é o mesmo que dar.

Ninguém tem obrigação de distribuir nada para parente.

Espantando a vergonha

Você Fica tímido (a) quando vai a uma loja ou ao supermercado? Você tem vergonha de comprar? Provavelmente não. Comprar é uma atividade normal.

Então, ponha isto na cabeça: vender é tão normal quanto comprar.

Não fique pensando no que o cliente vai achar. Diga o preço e espere a reação.

Nem sempre ele acha tudo caro, nem fique com pena do cliente.

Lembre-se: na hora de pagar suas contas, ninguém fica com pena de você.

Como cobrar

Peça o pagamento assim que entregar o produto.

Deixar para depois pode dar problema. Se isso acontecer, o jeito é insistir.

Quem compra e não paga é que devia ter vergonha!

Quando conseguir o dinheiro, risque o nome desse cliente.

Desconfie dos muitos indecisos ou exigentes demais, que pedem de tudo e nunca estão satisfeitos, esses dão calote.

Mostre seu trabalho

Vender na empresa em que trabalha ou qualquer outra é sempre uma boa.

Mas para conseguir mais clientes, seria bom vender em lojas.

O importante é não desistir. Se numa loja já não deu certo, procure outra. A melhor maneira de conquistar freguesia é fazendo propaganda.

O jeito mais simples é espalhar cartões de visita.

Faça um cartão bonito, com seu nome, telefone, e-mail e o que você vende.

Fazer um álbum para divulgar seus produtos também funciona, se você não pode andar com seus produtos de cima para baixo.

Levar uma amostra do que você faz em mãos, impressiona.

Um site ou um blog também ajuda.

Vendendo na prática

Visite lojas, de preferência, com afinidades com seu trabalho.

Fale com o (a) gerente, diga que um (a) cliente do lugar o (a) indicou.

Se não for o tipo de mercadoria comercializado na loja, pergunte se não gostaria de comprar para ele (a) próprio.

Ressalte a qualidade do produto, que material é empregado, fale sobre prazo de entrega (com ou sem personalização), combine preço, feche negócios e BOAS VENDAS.

Você tem dificuldade na hora de definir o preço de seus produtos?

Aprenda uma maneira fácil, calcular os valores. Você não sabe por quanto deve vender seus produtos ou serviços?

Como fazem muitos comerciantes, é só multiplicar o preço de custo por três, mas atenção essa conta não é garantia de lucro, para saber calcular os preços é necessário saber o preço da concorrência, assim, além de ajustar um valor competitivo, você fica sabendo quanto o cliente está disposto a pagar.


CALCULE AS DESPESAS:

Gasto com material

Liste o custo de tudo o que vai na peça. Numa embalagem, por exemplo:

Caixa de papelão
 R$ 1,10

Tinta
 R$ 0,10

Fita de cetim
 R$ 0,05

Total do material
 R$ 1,25




Gastos fixos

Calcule o custo do seu trabalho e outros que estão embutidos, como a energia elétrica. Por exemplo:

Pró-labore (quanto você quer ganhar por mês)
 R$ 250

Transporte
 R$   50

Luz
 R$   80

Total de gastos indiretos
 R$ 380




Produzir Uma Peça Pode Ser Fácil, Mas Calcular o Preço...

VALOR DE CUSTO

Vamos supor que você produza 150 peças por mês.

Então, divida o total dos gastos fixos pelo número de peças:

380: 150 = 2,53

Some o resultado ao gasto com material:

2,53 + 1,25 = 3,378

Esse é o custo total por embalagem.



VEJA A CONCORRÊNCIA

Se o preço médio de mercado é R$ 5, você deve vender sua caixa, no mínimo, por esse valor. Nesse caso, o lucro seria equivalente a R$1, 25 por caixa (R$ 5 - 3,78 = 1,22).

È importante saber que esse rendimento por peça é obtido somente se toda a produção do mês for vendida.



PENSE NO FUTURO

Produzindo 150 unidades mês, você teria, além do salário de R$ 250 que foi estipulado, um lucro de R$ 183 (R$ 1,22 x 150 caixas).

Esse dinheiro pode ser reinvestido na compra de material, pode ser aplicado no banco ou utilizado para turbinar seu negócio de alguma forma. Avalie se esse lucro é satisfatório e veja se você poderia cortar custos para aumentá-lo. Estude também comoincrementar as vendas e, conseqüentemente, o lucro.

Pense ainda se poderia criar um diferencial nas embalagens que justifique um aumento de preço.

Uma outra oportuna e interessante alternativa, para aqueles que já têm um grupo de pessoas que estão bem sintonizadas no mesmo objetivo de trabalho, é a formação de um grupo cooperado nas Artes e/ou no Artesanato. É organizarem-se na formar de um Sistema de Cooperativa de Trabalho, onde artistas e artesãos unirão seus esforços individuais e pelo grupo.

As oportunidades de negócios, neste caso, passam a ter mais significado e bons resultados, devido a uma administração mais bem planejada pelo grupo. De onde deverão se preocupar com um trabalho organizado de equipe, perseguindo um mesmo objetivo comum a todos. De forma que atenda as necessidades e demandas do mercado consumidor, nacional e até mesmo o internacional.

Levando em consideração ainda, a individualidade e necessidade da sobrevivência de cada indivíduo cooperado e seu grupo. Fazendo-se representar assim, com maior fortalecimento da cultura de nosso País, de sua região e da preservação da identidade de seus trabalhos, sem intermediários oportunistas, tanto aqui, como lá fora. Sendo amparado na Lei Federal de Nº 5.764, de 16 de dezembro de 1971.

2 comentários:

  1. ♥ Olá amiga! tem promoção no meu Blog!♥
    ♥ conto com sua participação!♥
    Beijos, Andrea.

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde muito interessante essas dicas, que Deus te abençoe, sabe ja pensei em juntar um grupo de amigas que fazem arte, e fazer uma cooperativa, pois todas somos donas de casa, e poderiamos reunir na parte da tarde, mas não sei muito bem como planejar a cooperativa, fazer regras, material a ser feito, e o que cada uma podia fazer, e como distribuir o lucro e comprar o material.
    Será que todas deveriam colaborar com um pouquinho para comprarmos os materiais e quando a arte ficar pronta e vende-la tirar o custo e repartir o lucro, me ajude se puder, desculpe ficar te incomodando mas acho seu blog uma benção, que Deus continue te abençoando mais e mais e que tudo que fizer Deus vai na frente abrindo o caminho para voce passar, muita saude e paz para voce e toda familia, otimo fim de semana.Beijinhos Gis

    ResponderExcluir

Meu Mundo Craft, é um mundo onde tudo que queremos fazer é possível com amor, carinho e muito, muito artesanato e ideias. Visite sempre, estou aguardando !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seus favoritos

Reborn a Pronta Entrega

Reborn a Pronta Entrega
Escolha e leve pra casa !

Seus Favoritos

By Cristiane Fernandes. Tecnologia do Blogger.
Blogger Template Mais Template - Author: Papo De Garota